Aparição

Aparição

De Fernando Vendrell

  • Fernando Vendrell, realizador
     Fernando Vendrell, realizador

Aparição é a quarta longa-metragem de Fernando Vendrell. O filme, que teve estreia mundial a 1 de março, no Fantasporto - Oporto International Film Festival, conta com Jaime Freitas e Victoria Guerra nos papéis principais. 

O último filme de Fernando Vendrell resulta da adaptação cinematográfica do romance homónimo de Vergílio Ferreira, uma obra seminal da literatura portuguesa do século XX, escrita na primeira pessoa, que transmite teorias filosóficas relacionadas com o existencialismo. O realizador considerou que era uma responsabilidade transpô-la para a tela, porque não se podem esquecer escritores tão importantes como Vergílio Ferreira. A história decorre no final dos anos de 1950. Alberto, um jovem professor do liceu é colocado em Évora, onde pretende iniciar-se como escritor. Deixa-se seduzir por Sofia, uma das três filhas de um médico local. Nas aulas, Alberto põe à prova os seus ensaios existenciais cativando um aluno, Carolino. Quando Sofia o troca inesperadamente por Carolino, Alberto sucumbe ao tumulto passional e ao extremismo das suas convicções. Jaime Freitas, Victoria Guerra,João Cachola e Rui Morisson são alguns dos nomes que formam o elenco.

O realizador conversou com Agenda e deixou-nos uma ideia sobre o que esta obra transmite:

  • "Aparição é uma visão cinematográfica do romance de Vergílio Ferreira.
  • Localizado em Évora no final dos anos 50, o autor cria um universo literário a partir da sua experiência real; usando como modelos pessoas dos seus relacionamentos, transferindo situações e acontecimentos reais para esfera ficcional, numa busca incessante de um significado limite para a existência humana. A sua narrativa questiona de forma radical o sentido da vida, do amor, da paixão e da morte com uma enorme intensidade trágica.
  • Julgo que esta temática está no cerne do que o cinema deve procurar explorar e entregar ao espectador. Neste filme, através da criatividade artística e técnica de uma equipa de cinema, procurei entender sentimentos perturbadores que emotivamente condicionam o significado da nossa própria vida."

[texto Ana Figueiredo | fotografia do realizador: Humberto Mouco/CML-ACL]

Formulário de procura