No looping da adolescência

No looping da adolescência

'Montanha-Russa' no Teatro Nacional D. Maria II

  • A voz dos Clã, Manuela Azevedo, e a atriz Carla Galvão
     A voz dos Clã, Manuela Azevedo, e a atriz Carla Galvão
  • A música é protagonista nesta 'Montanha-Russa' que é a adolescência
     A música é protagonista nesta 'Montanha-Russa' que é a adolescência

A dupla Inês Barahona e Miguel Fragata apresentam “um musical sobre a adolescência para todos os públicos”. E como a música é o dínamo da juventude, convidaram Manuela Azevedo e Hélder Gonçalves a juntarem-se nesta vibrante viagem na Montanha-Russa.

O que têm em comum as montanhas-russas que tanta adrenalina provocam nos mais corajosos e a adolescência, com o seu universo de tantas, e tão ambíguas, emoções à flor da pele? Inês Barahona e Miguel Fragata respondem com um musical vibrante que acompanha, através do discurso diarístico, quatro personagens de gerações diferentes que, embalados pelas canções originais de Hélder Gonçalves, nos levam “a dar uma volta rápida, intensa e transformadora na Montanha-Russa que é a adolescência.”
 
A raiz do espetáculo nasceu de um open-call para a entrega de diários. “Recolhemos mais de 20, de pessoas de diferentes e de períodos diversos”, explicam. A partir deles, “criámos personagens que retratam a adolescência nos anos de 1970, 1980, 90/2000 e um mais atual que troca a caneta e o papel pelo teclado e o blog”. A interpretá-los estão, respetivamente, Anabela Almeida, Carla Galvão, Miguel Fragata e Bernardo Lobo Faria.
 
Como “chão comum” para estas personagens – que afinal têm muito mais a uni-las do que a separá-las, apesar das gerações a que pertencem –, em palco há canções originais interpretadas ao vivo por um elenco de músicos de exceção: Hélder Gonçalves, Manuela Azevedo, Miguel Ferreira e Nuno Rafael. Eles dão, contracenando com os atores, um caráter ainda mais vertiginoso e vibrátil a este maravilhoso espetáculo, feito e pensado para adolescentes, mas que promete conquistar públicos de todas as idades.

Em complemento ao espetáculo, Maria Remédio realizou um documentário intitulado Canção a Meio que acompanhou todo o processo de construção do espetáculo, desde o contacto com jovens ao processo de composição da música e construção dramaturgica (a ver a 11 e 25 de março, a seguir ao espetáculo, e a 27 de março, Dia Mundial do Teatro, às 16h30). No dia 23, especialmente para os jovens, o Teatro Nacional D. Maria II patrocina, logo após o espetáculo, uma noite Teen Friendly, com muita música para dançar.
 
[texto de Frederico Bernardino | fotografias de Filipe Ferreira/TNDM II]

Relacionado

Montanha-russa

Crianças › Teatro
Teatro › Espetáculos
9 a 27 mar/18
Praça D. Pedro IV
1100-201 Lisboa

Formulário de procura