Parole Soufflée

Parole Soufflée

À sombra de Peter Handke

Com direção artística de Alexandre Pieroni Calado, o projeto Parole Soufflée prossegue até novembro, com propostas de Auto-Teatro, Instalação Sonora, conferências e debates. A base é a peça de Peter Handke, Kaspar.

O projecto de cruzamentos disciplinares Parole Soufflée promove a visibilidade da função do Ponto de Teatro, ao mesmo tempo que a discute enquanto imagem da condição do sujeito na sua relação com a linguagem. O projecto propõe a realização de uma investigação documental e em situação junto dos pontos em actividade no Teatro Nacional D. Maria II , como via para a criação de uma peça de auto-teatro (Kaspar: Palavra Soprada a partir de Peter Handke), de uma instalação sonora (Intervalo, de João Ferrro Martins) e de uma edição reunindo os resultados da pesquisa.

Além de um período de residência de trabalho na mencionada instituição, esta proposta prevê ainda a realização de uma ação de formação sobre texto e interpretação, bem como colóquios sobre temas conexos ao projecto. 

PROGRAMA EM LISBOA

  • 16, 23 e 30 de setembro
  • Paroles
  • Formação
  • Latoaria
  •  
  • 18 de setembro a 1 de outubro
  • Kaspar: Palavra Soprada + Intervalo
  • Auto-teatro e instalação
  • Latoaria
  •  
  • 21 de setembro
  • Em Guerra com as Palavras - Peter Handke e o teatro
  • Conferências com Anabela Mendes, Bruno Monteiro e Vera San Payo de Lemos.
  • Goethe-Institut
  •  
  • 28 de setembro
  • O Enigma de Kaspar Hauser
  • filme de Werner Herzog
  • Cinemateca Portuguesa
  •  
  • 2 de novembro
  • Os Pontos no Teatro Nacional D. Maria II
  • Lançamento de livro + Conferência 
  • Com Eugénia Vasques
  • Teatro Nacional D. Maria II

Formulário de procura