Roteiros temáticos - Lisboa e o 25 de Abril

Roteiros temáticos - Lisboa e o 25 de Abril

Durante o mês de abril, o Pelouro da Educação e dos Direitos Sociais da Câmara Municipal de Lisboa promove três visitas guiadas que resgatam a memória histórica da cidade de Lisboa associada à vida durante o Estado Novo, às lutas operárias e populares e à revolução de Abril. 

  • Lisboa Operária Nas Vésperas do 25 de Abril
  • No dia 7 de abril, o militante anti-fascista Raimundo Santos, leva os participantes à Lisboa Oriental, antiga zona de concentração fabril na cintura da cidade. Neste percurso pelas ruas, bairros e vilas operárias do Beato, Poço do Bispo, Xabregas e Vale de Chelas explica como viviam as classes operárias e como se organizava a resistência e luta operária durante a ditadura.
  • Ponto de encontro às 9h30, na Estação de Santa Apolónia.
  •  
  • Lisboa da Repressão no Estado Novo
  • No dia 14 de abril, Irene Pimentel, historiadora e investigadora do Instituto de História Contemporânea , autora de várias obras sobre o regime de Salazar e Caetano, inicia a sua visita  na ex-prisão da PIDE/DGS, localizada bem no centro da cidade, na Baixa-Chiado. A visita prossegue para o Museu do Aljube, junto à Sé de Lisboa, um espaço que albergou uma antiga prisão política durante o Estado Novo e presta agora homenagem à resistência e liberdade. 
  • Ponto de encontro às 10h, no Largo do Chiado. 
  •  
  • Lisboa Revolucionária
  • No dia 22 de abril, Fernando Rosas, historiador e investigador do Instituto de História Contemporânea , estudioso da resistência política e dos períodos revolucionários durante a República e o Estado Novo, revisita alguns dos principais momentos de sublevação popular e luta política de massas. Com início no Miradouro do Parque Eduardo VII, o itinerário da percorre o Largo do Rato, Jardim de S. Pedro de Alcântara, Largo do Carmo, Largo do Município e Terreiro do Paço.
  • Ponto de encontro às 10h, no Miradouro do Parque Eduardo VII. 

Todos os itinerários do programa Lisboa e o 25 de Abril são de entrada livre, mediante inscrição através do email direitos.humanos@cm-lisboa.pt ou T. 217 988 156. Lotação limitada aos lugares disponíveis. Duração prevista de 3 horas. Parte dos percursos realiza-se em autocarro da CML.​ Chegar ao ponto de encontro, cinco a dez minutos antes da hora prevista. Levar roupa e calçado confortável. Conforme as condições climatéricas, não esquecer proteção para o sol ou para a chuva ou frio. Levar água e alguns alimentos, como fruta e bolachas.

Formulário de procura

Lisboa Cidade Triste e Alegre