Claudia Andujar

Claudia Andujar

Visão Yanomami

Artes › Exposições › Fotografia
11 fev a 15 abr/17

O primeiro contato de Claudia Andujar com os Yonomami aconteceu em 1970 quando foi escolhida pela revista Realidade para participar num número sobre a Amazónia. Esse encontro leva-a a abandonar o fotojornalismo, que abraçara uma década antes, e a dedicar-se a um projeto artístico que se tornou uma causa.

Com uma história familiar marcada pela perseguição nazi durante a II Guerra Mundial, a questão de uma minoria ameaçada foi determinante na sua aproximação a esta população. Num espaço de dez anos, Claudia Andujar imergiu na cultura Yanomami e tornou-se uma ativista em prol dos seus direitos. O seu trabalho artístico, contudo, não é eminentemente etnográfico ou documental, distinguindo-se pela introdução de questões da fotografia contemporânea na iconografia tradicional dos povos indígenas do Brasil.

A narrativa visual daí resultante, onde o retrato tem uma dimensão significativa, revela um olhar pessoal, comprometido, fortemente marcado por uma estética apurada. As fotografias apresentadas nesta exposição, propriedade do Centro de Artes de Inhotim, datam sobretudo das décadas de 1970 e 1980 e foram feitas na região do rio Catrimani onde a artista viveu entre os Yanomami. PT

Esta exposição chega a Lisboa no âmbito do programa de Lisboa 2017 -  Capital Ibero-americana de Cultura.

Local

Rua da Palma, 246
1100-394 Lisboa

Formulário de procura

OP'17

Continuam

Lisboa Story Centre

Artes

O Prazer de Fazer, a Joia ao Alcance da Mão

Artes › Cursos / Encontros

Encontro dos Origamigos de Lisboa

Artes › Cursos / Encontros