Grada Kilomba

Grada Kilomba

The Most Beautiful Language

Artes › Exposições › Instalação, Vídeo / Multimédia
27 out a 4 mar/18

Terça a sexta: 10h-13h/14h-17h30 | sábado e domingo: 14h-17h30 (última entrada)

  • Créditos Zé de Paiva
    THE MOST BEAUTIFUL LANGUAGE, 2017 by Grada Kilomba Créditos Zé de Paiva

The Most Beautiful Language é a primeira grande exposição individual de Grada Kilomba, que traz a sua prática transdisciplinar e singular de dar corpo, voz e imagem aos seus próprios textos, usando num único espaço a instalação de vídeo, a leitura encenada, a performance, a colagem de texto e a instalação de som.

Sendo-lhe muitas vezes dito que o seu idioma materno é "a língua mais bela", a artista portuguesa questiona: quais são os corpos que podem representar esta língua? E quais são as "línguas" que estes corpos falam? Com uma beleza intensa e precisa, Kilomba explora não apenas os desejos coloniais e as contradições das narrativas dominantes, como também desvenda um espaço recheado de novas linguagens. Linguagens que revelam as vozes urgentes de um passado e presente reprimidos e que se opõem ao que a artista chama uma “dupla ignorância”: não saber, e não ter que saber.

Com curadoria de Gabi Ngcobo, a exposição apresenta novos corpos de trabalho que combinam uma variedade de formatos e géneros, levantando questões fundamentais sobre falar, silenciar e ouvir, numa sociedade pós-colonial. 

Em The Most Beautiful Language, Grada Kilomba exibe as seguintes obras:

The Simple Act of Listening
Grada Kilomba, 2017. Coleção da artista.

Printed Room
Grada Kilomba, 2017. Créditos: Realização por Grada Kilomba. Vozes dos actores: Martha Fessehatzion, Moses Leo, Michael Edode Ojake, Araba Walton, Sara-Hiruth Zewde. Som de Zé de Paiva. Coleção da artista.

The Dictionary
Grada Kilomba, 2017. Coleção da artista.

The Chorus
Grada Kilomba, 2017. Coleção da artista.

Plantation Memories
Grada Kilomba, 2015.
Créditos: Escrito e Realizado por Grada Kilomba. Interpretado por Martha Fessehatzion, Moses Leo, Michael Edode Ojake, Araba Walton, Sara-Hiruth Zewde. Câmara/Som de Zé de Paiva, Kathleen Kunath, Thabo Thindi. Design de Luz e Som por Grada Kilomba. Música de Geisbaba (Michael Geithner e Moses Leo). Editado por Grada Kilomba. Finalização da Imagem por Zé de Paiva. Produzido por Grada Kilomba em coprodução com Kultursprünge im Ballhaus Naunynstrasse, Berlim. Leitura encenada baseada no livro de Grada Kilomba, Plantation Memories-Episodes of Everyday Racism. Coleção da artista.

Illusions
Grada Kilomba, 2017.
Créditos: Escrito e Realizado por Grada Kilomba. Interpretado por Martha Fessehatzion, Moses Leo, Grada Kilomba, Zé de Paiva. Director de Fotografia Zé de Paiva. Assistência de Câmara e Som de Laura Alonso, Tito Casal. Figurino e Música de Moses Leo. Editado por Grada Kilomba. Coleção da artista.

Mesa de Livros
Uma mesa expõe várias cópias do livro de Grada Kilomba Plantation Memories. Episodes of Everyday Racism (2008, Unrast Verlag, Münster).

Local

Avenida da Índia, 170
1400-038 Lisboa

Relacionado

grada kilomba

Secrets to Tell

Artes › Exposições › Instalação, Vídeo / Multimédia
27 out/17 a 5 fev/18
Av. Brasília, Central Tejo
1300-598 Lisboa

Memórias, Resgates e Riscos

Artes › Cursos / Encontros
3 nov/17
Rua Damasceno Monteiro, 12
1170-112 Lisboa
Av. Frei Miguel Contreiras, 52
1700-213 Lisboa

Entrevista a Grada Kilomba

The Most Beautiful Language + Secrets to Tell

Formulário de procura

Natal em Lisboa

Continuam

Lisboa Story Centre

Artes

O Prazer de Fazer, a Joia ao Alcance da Mão

Artes › Cursos / Encontros

Encontro dos Origamigos de Lisboa

Artes › Cursos / Encontros