Júlio Pomar, Rita Ferreira e Sara Bichão

Júlio Pomar, Rita Ferreira e Sara Bichão

Chama

Artes › Exposições › Coletivas
15 fev a 29 abr/18

Terça a domingo, das 10h às 13h e das 14h às 18h

  • Créditos Júlio Pomar
     Créditos Júlio Pomar
  • Créditos Júlio Pomar
     Créditos Júlio Pomar

Chama, com curadoria de Sara Antónia Matos, reúne obras de Júlio Pomar, Rita Ferreira e Sara Bichão e dá seguimento ao programa de exposições do Atelier-Museu que procura cruzar a obra de Júlio Pomar com a de outros artistas, de modo a estabelecer novas relações entre a obra do pintor e a contemporaneidade. 
 
Mais uma vez, esta exposição é pensada, desde a sua génese, como uma intervenção específica no espaço do Atelier-Museu, onde Júlio Pomar e duas artistas jovens - Rita Ferreira e Sara Bichão - expõem os seus trabalhos.
 
Nas palavras da curadora, Sara Antónia Matos:
 
Quando convidei as artistas Rita Ferreira e Sara Bichão, em pontos diferentes do seu percurso, a expor com Júlio Pomar, tive em consideração uma dimensão da arte a que tem sido dado pouco destaque, ou pelo menos, um realce pouco nítido. Falo de uma dimensão visceral, associada à libertação de energias intuitivas, por vezes com uma vertente escatológica, envolvida na produção da arte, na qual Louise Bourgeois, Ana Mendieta, Hermann Nitsch, Rebecca Horn, Marina Abramovic, entre outros, se inserem de diferentes modos. Em todos estes artistas, a dimensão visceral e a vertente escatológica parecem prender-se com uma necessidade de materializar e assim superar: traumas, fixações, resistências do sujeito psicológico (vividos ou ficcionados) ou ainda estar associada à representação de rituais iniciáticos, ritos do fazer, etc..."

Local

Rua do Vale, 7
1200-472 Lisboa

Formulário de procura

Sardinhas

Continuam

O Prazer de Fazer, a Joia ao Alcance da Mão

Artes › Cursos / Encontros

Encontro dos Origamigos de Lisboa

Artes › Cursos / Encontros

Ateliers de Fotografia a céu-aberto

Ar livre
Artes › Cursos / Encontros