Kiki

Kiki

Cabarética

Teatro › Espetáculos
7 a 25 fev/18

Nova Companhia. João Telmo, concepção e direção; Carla Bolito e João Telmo, interpretação.

Kiki é histérica, histórica, histriónica. Kiki vive no cabaré e na rua. Kiki vive no cemitério e no talho. Kiki é Alice. Kiki é maravilha. Kiki é comme ci e comme ça. Kiki é pechisbeque. Kiki é o carrossel do Louvre. Kiki nunca morreu. Kiki é autista, altruísta, automobilista. Kiki é cancã. Kiki é pornográfica, pornocrática, pornofónica. Kiki é analógica. Kiki é metafísica, metabólica, metastática. Kiki é bacanália. Kiki é parafernália. Kiki conjuga-se no gerúndio. Kiki é cliché. Kiki é clicável. Kiki é calculável. Kiki é advérbio de modo e complemento circunstancial de lugar. Kiki é diagonal. Kiki é meridional. Kiki é digital. Kiki é passé composé, présent de l’indicatif e future perfect. Kiki é alfabética, alfarrabista. Kiki conjuga-se no futuro. Kiki é domesticável, fotografável, palatável. Kiki é tecnotrónica, tecnocrática, tecnológica. Kiki é pós-moderna, pós-apocalíptica, pós-dramática. Kiki é de Paris. Kiki é de Montparnasse.

Informações Úteis

60 min.

Local

R. Luz Soriano, 63 - Bairro Alto

Relacionado

Cabarética

Dança
7 a 25 fev/18
Maiores 18 anos
R. Luz Soriano, 63 - Bairro Alto

Formulário de procura

Lisboa Cidade Triste e Alegre

Continuam

Portugal em Revista

Teatro › Espetáculos
Estreia 14 set/17

1936, o ano da morte de Ricardo Reis

Teatro › Espetáculos
2017/2018

The Portuguese - a Musical Comedy

Teatro › Espetáculos
Estreia 13 jan/18