L´histoire terrible mais inachevée de Norodom Sihanouk, roi du Cambodge

L´histoire terrible mais inachevée de Norodom Sihanouk, roi du Cambodge

Espetáculo de abertura do programa Paris-Lisboa

Teatro
19 a 21 set/13

Quinta (1.ª época) e sexta (2.ª época), às 20h30 | sábado (integral), das 16h às 19h30 e das 20h30 às 00h

Théâtre du Soleil. Hélène Cixous, autoria; Georges Bigot e Delphine Cottu, encenação; Chea Ravy, Chhit Chanpireak, Chhith Phearath, Horn Sophea, Houn Bonthoeun, Huot Hoeurn, Huot Heang, Khuon Anann, Khuonthan Chamroeun, Mao Sy, Nov Srey Leab, Nut Sam Nang, Ong Phana, Pin Sreybo, Pov Thynitra, Preab Pouch, Sam Monny, Sam Sarry, San Marady, Sim Sophal, Sok Doeun, Sok Kring, Thorn Sovannkiry, Uk Kosal e Uk Sinat, interpretação; Norng Chantha, Pho Bora, Pring Sopheara e Vath Chenda, músicos.

O Théâtre do Soleil apresenta, em estreia mundial, a remontagem em língua khmer do espetáculo L´histoire terrible mais inachevée de Norodom Sihanouk, roi du Cambodge, encenado com grande sucesso na década de 1980 por Ariane Mnouchkine, a partir do texto de Hélène Cixous. Retrato apaixonante da história trágica do povo cambodjano ao longo do conturbado século XX, este é um momento impar de teatro que marca o arranque do programa Paris-Lisboa, em comemoração do 15.º aniversário do Pacto de Amizade entre as duas capitais europeias.

O espetáculo é dividido em duas épocas, sendo que a primeira é levada à cena a 19 de setembro e a segunda, a 20. No dia 21, será apresentada a epopeia integral, com uma duração de cerca de sete horas.

Dirigido por dois atores míticos do Tháâtre du Soleil, Georges Bigot e Delphine Cottu, a interpretação está a cargo de jovens cambodjanos oriundos da companhia Phare Ponleu Selpak, estrutura que promove, através da atividade artística, intervenções em áreas prioritárias num país devastado pela sua história recente.

Em complemento, a encenadora Ariane Mnouchkine, vai estar no São Luiz para falar sobre o Théâtre du Soleil, dia 18 de setembro, às 18 horas. No dia seguinte, à mesma hora, Georges Bigot, Delphine Cottu e alguns atores da Phare Ponleu Selpak, marcam encontro com o público para uma conversa sobre a construção do espetáculo. 

Informações Úteis

Espetáculo falado em língua khmer, legendado em português

Local

Rua António Maria Cardoso, 38
1200-027 Lisboa

Relacionado

Maria & Luiz 2013 / 2014

A nova temporada dos teatros municipais

Formulário de procura

OP'17

Continuam

As Vozes do Bairro

Teatro
8 abr a 21 out/17

Curso de Formação de Atores 2017/2018

Teatro › Cursos/Encontros
Out/17 a jul/18

Cursos de Teatro

Teatro › Cursos/Encontros