Margem Esquerda

Margem Esquerda

A Revolução Russa e a Cultura Científica em Portugal no século XX

Ciência
Até 30 Abril/2018

O Museu Nacional de História Natural e da Ciência, da Universidade de Lisboa, assinala o centenário da Revolução russa (7 de novembro 1917) com a exposição. “Margem Esquerda. A Revolução Russa e a Cultura Científica em Portugal no século XX”. Segundo a organização, trata-se de apresentar, numa perspetiva menos habitual, a forma como a cultura e o pensamento científico foram influenciados pela revolução e pela ciência soviética no Portugal do século XX. Na exposição será possível rever momentos marcantes, nomeadamente através de recortes da imprensa da época, da forma como em Portugal viu a participação da URSS na corrida ao espaço, o lançamento do Sptunik em 4 de outubro de 1957, o envio da cadela Laika para o espaço a bordo do Sputnik 2, em novembro de 1957 e a primeira missão espacial tripulada da história, com o voo de Iúri Gagárin no Vostok I a 12 de abril de 1961. Esta é também uma oportunidade de ficar a conhecer melhor o percurso político do físico Manuel Valadares e a posição do biólogo Aurélio Quintanilha (1892-1987) sobre a teoria da hereditariedade desenvolvida pelo agrónomo Trofim Lysenko e apoiada por Josef Stalin, assim como, para ficar perceber como o avanço da ciência soviética foi decisiva para o programa nuclear português e para a participação no programa de ciência da NATO. 

Local

Rua da Escola Politécnica, 58
1250-102 Lisboa

Formulário de procura