A ÓPERA CHINESA

A ÓPERA CHINESA

Artes › Exposições › Outras

O Museu do Oriente inaugura A Ópera Chinesa, a nova grande exposição da colecção Kwok On. Ocupando todo o piso 2 do Museu, A Ópera Chinesa oferece uma visão abrangente deste singular género performativo em toda a sua diversidade e exuberância. Em exposição, cerca de 280 peças tais como trajes, perucas, toucados, modelos de maquilhagem, marionetas, gravuras, pinturas e instrumentos musicais, bem como fotografias e vídeos. 

Considerada um dos tesouros culturais da China, a ópera tradicional surgiu em finais do século XI, agregando elementos de formas artísticas bastante mais antigas. É uma síntese de várias artes, que engloba canto, música, fala, mímica, dança, técnicas de maquilhagem, acrobacia e artes marciais com manipulação de adereços como armas, barbas e leques. 

Tradicionalmente representada sem cenários, e com um vasto repertório, a principal característica da ópera chinesa é estar no ponto oposto do realismo. A voz nunca é natural e os movimentos, muito estilizados e simbólicos, exprimem os sentimentos da personagem de acordo com um rigoroso imperativo estético. 

É este universo pleno de simbolismo e grande riqueza material, que a exposição A Ópera Chinesa se propõe mostrar, através das histórias, objectos e personagens que a compõem. 

Mergulhando os visitantes na experiência do espectáculo, na entrada da exposição encontra-se a reconstituição de um cenário de ópera, um vídeo de uma actuação, instrumentos musicais das óperas de Pequim e Cantão e a recriação do camarim da aclamada estrela operática Mei Lan-Fang (1894 – 1961).
Tal como as representações de ópera eram muitas vezes antecedidas de bailados ou danças propiciatórios, também a exposição apresenta vestes, máscaras e outros acessórios usados nestes rituais que visavam garantir a protecção dos deuses para os actores e público.

Partindo desta introdução, a exposição desenvolve-se em dois núcleos temáticos principais: Personagens e Repertório

Local

Avenida Brasília, Doca de Alcântara (Norte)
1350-362 Lisboa

Formulário de procura

Concurso Sardinhas Festas de Lisboa

Continuam

Encontro do Grupo dos Origamigos de Lisboa

Artes › Cursos / Encontros
1º sábado do mês

Cursos Anuais

Artes › Cursos / Encontros
Out/16 a jul/17

VANGUARDAS E NEOVANGUARDAS NA ARTE PORTUGUESA SÉCULOS XX E XXI

Artes › Exposições › Coletivas
Até 17 jun/17