A Passagem das Horas

A Passagem das Horas

Teatro › Espetáculos
25 ago a 3 set/17

Sexta a domingo, às 22h

A partir de Fernando Pessoa. Nelson Cabral, dramaturgia, encenação e interpretação.

Pessoa disse um dia que “Álvaro de Campos é o personagem de uma peça; o que falta é a peça” – o que se pode aplicar à ode A Passagem das Horas que o poeta deixou inacabada e a que o ator Nelson Cabral vem agora dar corpo.

Poema trágico por natureza, A Passagem das Horas é a expressão do homem moderno que procura encontrar-se, que quer saber de si, que deseja acompanhar o louco movimento do mundo, para, no final, concluir que tudo é nada: Álvaro de Campos deseja para si toda a experiência do mundo e, como uma esponja informe, absorver todos os tipos de pessoas, sentir a vida dos outros, seguir o movimento dos corpos, habitar em todos os lugares, comungar de todos os costumes – enfim, captar todos os sentidos do seu tempo.

Local

Rua 1.º de Maio, 103
Alcântara
1300-473 Lisboa

Formulário de procura

Continuam

As Vozes do Bairro

Teatro
8 abr a 21 out/17
'Building conversation' de Lotte van den Berg / Third Space

Clássicos, um mestre vivo e um país que se extingue

A temporada 2017/2018 no Teatro Nacional D. Maria II

Dança, Música, Teatro

Mais respeito que sou tua mãe

Teatro › Espetáculos
A partir de 30 jun/17
Maiores 16 anos