Tempus Fugit

Tempus Fugit

Vida, Morte e Memória na Igreja de S. Julião

Ciência
Até 27 jan/18

Quarta a sábado, das 10h às 18h

Os norte-americanos gostam de dizer que só há duas coisas irremediáveis na vida: os impostos e a morte. A lição de moral subjacente é a de que nada vale contrariar, melhor é abraçar a inevitabilidade de ambas. Na casa que hoje é do dinheiro (Museu do Dinheiro do Banco de Portugal) celebra-se a morte, como circunstância da vida.

A exposição Tempus Fugit, é o resultado da investigação arqueológica da necrópole de inícios do século XIX, descoberta no local do Museu. Em três núcleos, são apresentados vislumbres de vidas passadas, através de evidências antropológicas e arqueológicas resultantes das inumações da necrópole, suportados por peças e documentação de distintos acervos.

Informações Úteis

Entrada livre

Local

Largo de São Julião, 150
1100-150 Lisboa

Formulário de procura