A Conquista do Inútil

A Conquista do Inútil

Artes Werner Herzog

Editora: Tinta-da-china
Data:

Em 1972, Werner Herzog roda no Amazonas, em condições penosas, Aguirre, A Cólera de Deus, um filme sobre a expedição de um grupo de conquistadores, comandado por Lope de Aguirre, em busca do Eldorado. Dez anos depois, regressa para concretizar o projecto Fitzcarraldo, a história da obsessão do barão da borracha Carlos Fermín Fitzcarrald que, para construir uma ópera em plena Amazónia, não hesita em fazer transportar um navio através de um istmo. Em comum os dois filmes têm Klaus Kinski, ator ideal para encarnar estas figuras demenciais. Neste diário da mítica rodagem de Fitzcarraldo, o cineasta alemão narra a aventura da sua equipa de filmagem que sucumbe à voracidade da selva. “Um ano de catástrofes do ponto de vista privado e do trabalho”, assim resume Herzog esta temível empresa. Ao longo destas páginas, “entre o onírico, o inútil e o impossível”, tomamos consciência que Herzog é da estripe dos seus heróis, capaz de sacrifícios épicos para transformar o sonho em realidade.

372 páginas

Formulário de procura

Sardinhas

Livros

Problemas de Género

Estudos
Judith Butler

1640

Romance
Deana Barroqueiro

Desenhos Efémeros

Artes
António Jorge Gonçalves

A Princesa de Clèves

Romance
Madame de La Fayette

Marotices

B.D. Ilustração
Marion Fayolle

Nunca Me Deixes

Romance
Kazuo Ishiguro

Teatro Pós-Dramático

Artes
Hans-Thies Lehmann

Antologia de Poesia Erótica

Poesia
Bocage

HISTÓRIAS DE ADORMECER PARA RAPARIGAS REBELDES

Infanto-Juvenil
Elena Favilli e Francesca Cavallo

O Mundo É Redondo

Infanto-Juvenil
Gertrude Stein

Morte pela Água

Romance
Kenzaburó Óe

Lord Lilford on Birds and Flowers

Poesia
Pedro Miranda Albuquerque