Há Classes Sociais

Há Classes Sociais

Infanto-Juvenil Equipo Plantel

Editora: Orfeu Negro
Data:
Título Original: Hay Clases Sociales

Originalmente publicado em 1978, este texto fala de ricos e pobres, dominantes e dominados e de classe alta, média e trabalhadora. Fala sobretudo da forma diferente como todos eles vivem e entendem o mundo. Desde então muita coisa mudou, infelizmente não o bastante para alterar o espírito deste belíssimo texto. Como se lê em nota da edição: “ (…) em geral o vestuário das pessoas assemelha-se mais. Não mudou porém o desejo que muitos ricos partilham de terem coisas exclusivas para se poderem distinguir dos outros”. Contrariamente ao que se esperava no final da década de 70, o fosso entre ricos e pobres aumentou drasticamente nos últimos anos com o empobrecimento acentuado da classe média e o crescimento do desemprego. Por isso, neste livro só as ilustrações de Joan Negrescolor são novas. Agora é altura de o ler e compreender que teoricamente todos os homens são iguais, mas que na prática há coisas que os tornam diferentes: o dinheiro, o poder, a força, a cultura, a educação.
 

54 páginas

Ficha Técnica

Tradução de Maria Afonso

Formulário de procura

Livros

O Signo

Ensaios
Umberto Eco

Dentes de Rato

Infanto-Juvenil
Agustina Bessa-Luís

Esta Noite Sonhei com Brueghel

Romance
Fernanda Botelho

Poemas

Poesia
Mário de Sá-Carneiro

Fernão de Magalhães

Outros
Stefan Zweig

As Mil e uma Noites

Romance

Forte como a Morte

Romance
Guy de Maupassant

A Conquista do Inútil

Artes
Werner Herzog

Dicionário Sentimental do Adultério

Outros
Filipa Melo

Poesis

Poesia
Maria Teresa Horta

Diante do tempo

Ensaios
Georges Didi-Huberman .

A História do Mundo para Pessoas com Pressa

Outros
Emma Marriott