Insanus

Insanus

Contos Carlos Querido

Editora: Abysmo
Data:

Insanus reproduz na contracapa uma citação de Flaubert. “Livre. Quel qu’il soit, toujours trop long”. Contudo, estas narrativas de Carlos Querido não correm o risco se ser demasiado longas, pois consistem em cerca de três dezenas de micro-contos. O autor, juiz desembargador, cronista e romancista, publicou os romances históricos Redenção das Águas – As Peregrinações de D. João V à Vila das Caldas (2013) e Príncipe Perfeito – Rei Pelicano, Coruja e Falcão (2015). Com o absurdo como denominador comum, estes pequenos textos sobre um homem a quem as palavras doem, náufragos que se perdem no mar, que pode ser um deserto, um gato que regressa do passado, um mendigo invisível nos seus andrajos, estátuas que invadem uma pequena cidade termal, ou uma mulher que tem o corpo do marido a apodrecer em casa, compõem uma impressionante galeria de personagens atormentada pela insanidade ou pela “horrível sanidade”, na citação de Edgar Allan Poe, em epígrafe no presente livro.

128 páginas

Formulário de procura

Património e Natureza

Livros

Debaixo da Pele

Romance
David Machado

Odes Olímpicas

Poesia
Píndaro

Dicionário Sentimental do Adultério

Outros
Filipa Melo

Insanus

Contos
Carlos Querido

Poesis

Poesia
Maria Teresa Horta

Diante do tempo

Ensaios
Georges Didi-Huberman .

A História do Mundo para Pessoas com Pressa

Outros
Emma Marriott

O Signo

Ensaios
Umberto Eco

Dentes de Rato

Infanto-Juvenil
Agustina Bessa-Luís

Esta Noite Sonhei com Brueghel

Romance
Fernanda Botelho

Poemas

Poesia
Mário de Sá-Carneiro

Forte como a Morte

Romance
Guy de Maupassant