José Espinho – Vida e Obra

José Espinho – Vida e Obra

Artes

Editora: CML/MUDE/Caleidoscópio
Data:

Antes da institucionalização do design como disciplina autónoma e do reconhecimento da profissão de designer, já a prática de José espinho (1915-1973) era a de um verdadeiro designer, reconhecido por Francisco (Pitum) Keil do Amaral ou por Daciano da Costa como “pioneiro”. O seu nome ficou intimamente ligado à fábrica Olaio-Moveis e Decoração. Durante quase trinta anos foi decorador, projetista e consultor de estética industrial da empresa. Para além do mobiliário, evidenciou uma extraordinária capacidade criativa, concebendo uma obra multifacetada que inclui o design de interiores, o design expositivo, a ilustração e o design gráfico. Na sequência da exposição que lhe foi dedicada pelo MUDE, o presente catálogo homenageia esta figura relevante na edificação da Lisboa moderna, associada aos interiores de alguns dos equipamentos culturais, restaurantes e hotéis mais emblemáticos da cidade, como o cinema Monumental, a cervejaria Solmar, o Hotel Tivoli, a Pastelaria Mexicana, o Hotel Mundial ou o Hotel Ritz.

247 páginas

Ficha Técnica

Textos de Catarina Vaz Pinto, Bárbara Coutinho, Graça Pedroso, Nuno Matos Silva, Carlos Bessa Pereira, Isabel Barbas e João Manuel Alves

Formulário de procura

Livros

A Ciência das Sombras

Poesia
Bernardo Pinto de Almeida

Um Quarto em Atenas

Poesia
Tatiana Faia

Mike Tyson para Principiantes

Poesia

É Agora como Nunca

Poesia
Adriana Calcanhotto

José Espinho – Vida e Obra

Artes

Requiem para o Sonho Americano

Outros
Noam Chomsky

O Velho e o Mar

B.D. Ilustração
Thierry Murat

Da Miséria Simbólica

Ensaios
Bernard Stiegler

O Meu Inimigo Mortal

Romance
Willa Cather

Canto Irregular

Poesia
Fábio Neves Marcelino

Cair para Dentro

Romance
Valério Romão

A Pura Inscrição do Amor

Poesia
Nuno Júdice