Maigret e o seu Morto

Maigret e o seu Morto

Romance Georges Simenon

Editora: Relógio D’Água
Data:

Georges Simenon (1903-1989) foi um dos raros escritores que conheceu simultaneamente, os favores da crítica especializada, dos seus pares (Gide, Faulkner ou Cocteau) e do público leitor. Produziu 425 obras literárias, vendendo mais de 600 milhões de cópias pelo mundo fora. Porém, a sua fama e popularidade repousam na série policial protagonizada pelo comissario Maigret. Contrariamente a Holmes ou Poirot, Maigret não possui poderes sobrenaturais de dedução, o que o torna mais humano e credível. É um inspector que faz o seu trabalho de investigação zelosa e pacientemente, mediante uma cuidada análise psicológica dos suspeitos e um estudo apurado do meio sociológico em que ocorreu o crime. Neste livro, Maigret investiga o caso dos “Assassinos da Picardia”, nome com o qual, a partir do primeiro delito, os jornalistas batizaram a quadrilha que se esconde num dos piores bairros de Paris, entre “uma barafunda de estrangeiros indocumentados ou com documentos falsos”. 
 

184 páginas

Ficha Técnica

Tradução de Lima de Freitas

Formulário de procura

Natal em Lisboa

Livros

Às Vezes São Precisas Rimas Destas

Poesia

Poesis

Poesia
Maria Teresa Horta

O Exercício Experimental da Liberdade

Artes
Delfim Sardo

Poemas

Poesia
Mário de Sá-Carneiro

Fernão de Magalhães

Outros
Stefan Zweig

Dias Úteis

Romance
Patrícia Portela

As Mil e uma Noites

Romance

A Conquista do Inútil

Artes
Werner Herzog

O Museu do Pensamento

Infanto-Juvenil
Joana Bértholo

O Terrivél - A grande Biografia de Afonso de Albuquerque

Estudos
José Manuel Garcia

Maigret e o seu Morto

Romance
Georges Simenon

Autobiografia de Alice B. Toklas

Outros
Gertrude Stein