O Veneno do Teatro

O Veneno do Teatro

Artes Vítor Pavão dos Santos

Editora: Bertrand Editora
Data:

Em 1911, com apenas 13 anos de idade, Amélia Rey Colaço foi passar uma temporada a Berlim, a casa da avó materna, onde assistiu aos espetáculos de Max Reinhardt. Nesse momento “entrou-me nas veias o veneno do teatro e nunca mais me largou”. Nestas conversas evoca os grandes momentos da Companhia Rey Colaço-Robles Monteiro que dirigiu durante 53 anos, os dramaturgos que levou à cena, os artistas que chamou a colaborar e os jovens talentos que formou, entre os quais a filha, a extraordinária atriz Mariana Rey-Monteiro. Não esquece as adversidades: a morte de Robles Monteiro em 1958, o incêndio do Teatro Nacional em 1964; a censura do estado novo que a impediu de representar, entre outros grandes papéis, Mãe Coragem, de Brecht. Vítor Pavão dos Santos capta com rigor e vibrante espontaneidade a inteligência, a vasta cultura e o humor da grande dama do teatro português. 

376 páginas

Formulário de procura

Livros

Poemas

Poesia
Mário de Sá-Carneiro

Fernão de Magalhães

Outros
Stefan Zweig

As Mil e uma Noites

Romance

Forte como a Morte

Romance
Guy de Maupassant

A Conquista do Inútil

Artes
Werner Herzog

Dicionário Sentimental do Adultério

Outros
Filipa Melo

Poesis

Poesia
Maria Teresa Horta

Diante do tempo

Ensaios
Georges Didi-Huberman .

A História do Mundo para Pessoas com Pressa

Outros
Emma Marriott

O Signo

Ensaios
Umberto Eco

Dentes de Rato

Infanto-Juvenil
Agustina Bessa-Luís

Esta Noite Sonhei com Brueghel

Romance
Fernanda Botelho