Poesis

Poesis

Poesia Maria Teresa Horta

Editora: Dom Quixote
Data:

Poesis tem como parente longínquo a Arte Poética de Horácio, na medida em que constitui uma longa série de poemas que tem como tema a própria poesia. Mas, enquanto que Horácio cria um texto dedicado aos jovens poetas sobre a criação literária e a arte de escrever poesia, Maria Teresa Horta afirma neste livro “Eu sou a minha poesia”  e “Sou da condição / dos versos (…)”, assumindo a essência da sua identidade como poética. A obra exibe na capa o suposto retrato de Safo, de um fresco de pompeia. A escolha da poetisa grega, a “décima musa”, como a ela se referiu Platão, liga-nos à dimensão feminina e erótica da poesia de Maria Teresa Horta. De facto, para a autora, o próprio acto de escrever é erótico: “ O prazer do corpo / do poema (…) o êxtase / das palavras”. Ou como se lê no poema inaugural do presente volume “(…) Depois ganhei pé / na fundura de mim mesma / na ousadia dos versos // onde se colhem / os êxtases / no corpo da escrita (…)”

254 páginas

Formulário de procura

Livros

O Filho da Mãe

Romance
O Filho da Mãe

Fanny Owen

Romance
Agustina Bessa-Luís

O Anel dos Löwenskölds

Fantástico
Selma Lagerlöf

Nunca Me Deixes

Romance
Kazuo Ishiguro

O Lápis Mágico de Malala

Infanto-Juvenil
Malala Yousafzai

Antologia de Poesia Erótica

Poesia
Bocage

Dos Romanov a Lenine

Outros
Jaime Batalha Reis

Não É nada Difícil

Infanto-Juvenil
Madalena Matoso

Boa Noite

Infanto-Juvenil
Pierre Pratt

O Museu do Pensamento

Infanto-Juvenil
Joana Bértholo

O Mundo É Redondo

Infanto-Juvenil
Gertrude Stein

1147, A Conquista de Lisboa

Estudos
Miguel Gomes Martins