Poesis

Poesis

Poesia Maria Teresa Horta

Editora: Dom Quixote
Data:

Poesis tem como parente longínquo a Arte Poética de Horácio, na medida em que constitui uma longa série de poemas que tem como tema a própria poesia. Mas, enquanto que Horácio cria um texto dedicado aos jovens poetas sobre a criação literária e a arte de escrever poesia, Maria Teresa Horta afirma neste livro “Eu sou a minha poesia”  e “Sou da condição / dos versos (…)”, assumindo a essência da sua identidade como poética. A obra exibe na capa o suposto retrato de Safo, de um fresco de pompeia. A escolha da poetisa grega, a “décima musa”, como a ela se referiu Platão, liga-nos à dimensão feminina e erótica da poesia de Maria Teresa Horta. De facto, para a autora, o próprio acto de escrever é erótico: “ O prazer do corpo / do poema (…) o êxtase / das palavras”. Ou como se lê no poema inaugural do presente volume “(…) Depois ganhei pé / na fundura de mim mesma / na ousadia dos versos // onde se colhem / os êxtases / no corpo da escrita (…)”

254 páginas

Formulário de procura

Património e Natureza

Livros

Debaixo da Pele

Romance
David Machado

Odes Olímpicas

Poesia
Píndaro

Dicionário Sentimental do Adultério

Outros
Filipa Melo

Insanus

Contos
Carlos Querido

Poesis

Poesia
Maria Teresa Horta

Diante do tempo

Ensaios
Georges Didi-Huberman .

A História do Mundo para Pessoas com Pressa

Outros
Emma Marriott

O Signo

Ensaios
Umberto Eco

Dentes de Rato

Infanto-Juvenil
Agustina Bessa-Luís

Esta Noite Sonhei com Brueghel

Romance
Fernanda Botelho

Poemas

Poesia
Mário de Sá-Carneiro

Forte como a Morte

Romance
Guy de Maupassant