A Princesa de Clèves

A Princesa de Clèves

Romance Madame de La Fayette

Editora: Relógio D’Água
Título Original: La Princesse de Clèves

Publicado anonimamente em 1678, A Princesa de Clèves, é considerado o primeiro romance psicológico moderno. A acção da novela desenrola-se entre 1558 e 1559 na corte de Henrique II de França, que recria com admirável precisão. Com excepção da heroína, praticamente todas as outras personagens são figuras históricas. O tema é o amor, em particular a concepção da época sobre o amor ideal, puro, geralmente infeliz, à semelhança do amor que une a Princesa da Cléves ao Duque de Nemours. Descreve, com especial detalhe, as etapas do sentimento amoroso e os seus efeitos no comportamento dos protagonistas e centra-se no longo combate interior da princesa, dividida entre o dever e o desejo. Apaixonada pelo homem mais belo e galante da corte, luta desesperadamente para se manter fiel ao esposo e aos preceitos maternos. Durante a campanha para as eleições presidenciais de 2007, Nicolas Sarkozy declarou que não valia a pena procurar resolver os problemas da França quando ainda se ensinava Madame de La Fayette. Manifestações dos meios universitários incluíram a leitura pública da obra em inúmeras cidades do país. Em 2009, no Salão do Livro de Paris distribuíram-se crachás com a inscrição “Eu leio Madame de Lafayette”. Esta edição permite aos leitores portugueses o desfrute desta obra-prima intemporal.

154 páginas

Ficha Técnica

Tradução e notas de João Moita

Formulário de procura

Lisboa Cidade Triste e Alegre

Livros

O Meu Inimigo Mortal

Romance
Willa Cather

Cair para Dentro

Romance
Valério Romão

Semente de Bruxa

Romance
Margaret Atwood

A Pura Inscrição do Amor

Poesia
Nuno Júdice

Na Prática a Teoria É Outra

Outros
Victor Cunha Rego

Mike Tyson para Principiantes

Poesia

José Espinho – Vida e Obra

Artes

Requiem para o Sonho Americano

Outros
Noam Chomsky

O Velho e o Mar

B.D. Ilustração
Thierry Murat

Babbitt

Romance
Sinclair Lewis

Homossexualidade e Homoerotismo em Fernando Pessoa

Estudos
Victor Correia

Da Miséria Simbólica

Ensaios
Bernard Stiegler