Édipo

Cegos que guiam cegos

teatro
4 julho a 21 julho 2019
qui: 21h30; sex: 21h30; sáb: 21h30; dom: 21h30
Museu de Lisboa - Teatro Romano
Édipo

A escolha do caminho a seguir: o traçado pelos deuses ou o escolhido pelo homem enquanto dono do seu destino, é o ponto a focar nesta peça. A qualidade da escolha, muito mais do que a escolha em si, é o ponto de partida para o espetáculo que procura o seu mote no equilíbrio de forças. A força mística da crença cega como representante das influências externas, em oposição ao poder de decisão, assombrado pelos fantasmas internos do homem.

Para evitar o destino profetizado pelos deuses, Laio e Jocasta entregam o seu filho recém-nascido à morte. A criança é salva e anos depois, ouve a mesma profecia anunciada antes, sobre seu destino. Sem saber sua origem, parte da casa de seus pais adotivos e, sem querer, depara-se com o seu passado e percebe que, ao decidir fugir da sua sina, fatalmente a encontra, matando seu verdadeiro pai e casando com a verdadeira mãe.

Reservas obrigatórias para: T. 215 818 530/ teatroromano@museudelisboa.pt


Ficha técnica:

Teatro Livre. A partir de Sófocles. Beto Coville, encenação; Beto Coville; Carlos Carvalho, Diogo Lopes, Eurico Lopes, Inês Oneto, João Araújo, Luísa Ortigoso, Sandra Celas e Sofia Brito, interpretação.


5 €

Local: