Este evento já ocorreu.

In Memoriam Bernardo Bertolucci

Alguns dos principais filmes

cinema
4 fevereiro a 19 fevereiro 2019
vários horários
Cinemateca Portuguesa - Museu do Cinema
In Memoriam Bernardo Bertolucci

Falecido a 26 de novembro de 2018, a Cinemateca presta homenagem a um realizador marcante da História do cinema – provavelmente o mais significativo, a surgir do cinema italiano, depois das décadas de glória na indústria desse país (os anos cinquenta e sessenta). São exibidos oito filmes, que assinalam os vários momentos da sua carreira.

 

Programa:

4 fev: 21h30, 6 fev: 15h30
Antes da Revolução
De Bernardo Bertolucci, com Adriana Asti, Francesco Barilli, Morando Morandini
Itália, 1964 – 100 min
legendado em português | M/12

5 fev: 19h, 7 fev: 15h30

O Conformista
De Bernardo Bertolucci, com Jean-Louis Trintignant, Dominique Sanda, Stefania Sandrelli, Pierre Clémenti
Itália, 1970 – 112 min
legendado eletronicamente em português | M/16

7 fev: 18h
1900
De Bernardo Bertolucci, com Robert de Niro, Gérard Depardieu, Burt Lancaster, Stefania Sandrelli, Dominique Sanda
Itália, 1976 – 314 min (161 min, 1ª parte | 153 min, 2ª parte)
legendado eletronicamente em português | M/16
Entre as duas partes há um intervalo de 20 minutos

9 fev: 21h30, 11 fev: 15h30
A Estratégia da Aranha
De Bernardo Bertolucci, com Giulio Brogi, Alida Valli
Itália, 1970 – 100 min
legendado eletronicamente em português | M/16

11 fev: 21h30, 13 fev: 15h30
O Último Tango em Paris
De Bernardo Bertolucci, com Marlon Brando, Maria Schneider, Jean-Pierre Léaud
Itália, França, 1972 – 128 min
legendado em português | M/18

12 fev: 19h, 15 fev: 15h30

Um Chá no Deserto
De Bernardo Bertolucci, com Debra Winger, John Malkovich, Campbell Scott
Reino Unido, Itália, 1990 – 138 min
legendado eletronicamente em português | M/16

14 fev: 19h, 18 fev: 15h30
Os Sonhadores
De Bernardo Bertolucci, com Eva Green, Michael Pitt, Louis Garrel, Jean-Pierre Léaud
Reino Unido, França, Itália, 2003 – 115 min
legendado em português | M/16

15 fev: 19h, 19 fev: 15h30
Eu e Tu
De Bernardo Bertolucci, com Jacopo Olmo Antinori, Tea Falco, Sonia Bergamasco, Veronica Lazar
Itália, França, 2012 – 103 min
legendado em português | M/12

IN MEMORIAM BERNARDO BERTOLUCCI – fevereiro 2019

Falecido a 26 de novembro de 2018, a Cinemateca presta homenagem a um realizador marcante da História do cinema — provavelmente o mais significativo, a surgir do cinema italiano, depois das décadas de glória na indústria desse país (os anos cinquenta e sessenta). Marcado pelo advento da nova vaga francesa e, especificamente, o cinema de Jean-Luc Godard (a juventude, a política, o futuro do cinema e a procura de novas formas com vista à criação de um olhar socialmente consciente sobre o mundo — Bertolucci chegaria a dizer que o francês era a língua oficial do cinema), o realizador italiano faria um cinema assente no cruzamento, justamente, entre a política e a intimidade — realizador, por isso, tanto do corpo como das ideologias políticas. Ainda antes dos 30 anos de idade, realiza duas obras fundamentais: PRIMA DELLA RIVOLUZIONE (1964) e IL CONFORMISTA (1970), filmes sobre a imobilidade e o movimento (balanço e desequilíbrio essencial no seu cinema) de duas ideologias opostas (o comunismo e o fascismo) e das juventudes que cresciam, depois da Segunda Guerra Mundial, marcadas pelo peso do pensamento, da sua estética, e da herança que deixavam, no presente, sobre a vida europeia (Bertolucci regressaria à política, e ao partido comunista italiano, posteriormente, com o épico NOVECENTO). A sua carreira ficaria marcada, ainda, pelo escândalo de O ÚLTIMO TANGO EM PARIS (tal como os que trabalharam no filme, nomeadamente Maria Schneider, que denunciaria a manipulação do realizador e de Marlon Brando para uma famosa cena improvisada), obra proibida em vários países e que filmava os encontros sexuais entre um homem (Brando) e uma jovem mulher (Schneider) num apartamento vazio em Paris. Bertolucci daria início, pouco depois, a uma série de coproduções internacionais filmadas fora da Europa, antes de encerrar a sua carreira, no início deste século, com um regresso nostálgico à juventude: em Paris, com THE DREAMERS, dentro do maio de 68 e na Cinemateca Francesa, e IO E TE, último filme e o seu regresso a Itália. A Cinemateca presta-lhe homenagem com a exibição de oito filmes, atravessando, assim, os vários momentos da sua carreira.

Posted by Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema on Monday, 4 February 2019

Local: