Banig: 500 Anos de Tradição Viva em Tecelagem de Esteiras

artes
21 novembro 2019 a 6 janeiro 2020
vários horários
Museu de Artes Decorativas Portuguesas da Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva
Banig: 500 Anos de Tradição Viva em Tecelagem de Esteiras

A exposição apresenta uma coleção de esteiras Banig de Basey, uma cidade na província de Samar, nas Filipinas e tem como objetivo mostrar que a tradição de tecelagem das mulheres em Basey continua, apesar dos vários desafios enfrentados pelos tecelões, como foi o caso da devastação causada à comunidade e indivíduos provocados pelo tufão Haiyan, em novembro de 2013. A cidade de Basey foi uma das seis localidades mais atingidas pelo tufão, destruindo a comunidade e seus arredores. No entanto, as mulheres de Basey continuavam resilientes com o desafio de reconstruir as suas casas e vidas.

A exposição tem também como objetivo mostrar que a tecelagem de Banig nas Filipinas é uma arte tradicional que remonta às Filipinas pré-coloniais, quando as esteiras Banig já eram utilitárias e decorativas. Além disso, oferecem uma oportunidade de fonte permanente de subsistência, ao mesmo tempo que sustenta o artesanato tradicional filipino, que remonta à nossa era pré-colonial (pré-1521). É também um meio pelo qual a arte e a criatividade filipinas se manifestam.

Segunda a domingo, das 10h às 17h
Encerra 25 de dezembro e 1 de janeiro


Local: